Porque e como ter um propósito de vida


13/06/2016 | Publicado por SOBRARE | Sem Comentários


Você saberia responder a essa pergunta? Qual é o seu papel e o que você causa de impacto nesse mundo?

Essa pergunta nos leva a refletir sobre o nosso propósito de vida. E hoje o post irá tratar exatamente sobre esse assunto. Qual o nosso propósito de vida? O que nos motiva, nos emociona e nos traz paixão?

Você já encontrou o seu propósito de vida? Convidamos você para ler esse post e entender tópicos como:

  • O que é um propósito de vida?
  • Porque um propósito de vida?
  • Bloqueios que podem impedir você de encontrar o seu propósito, e
  • Como definir um propósito de vida

Boa leitura! 😉

O que é um propósito de vida?

Um exemplo fácil para você entender o que é um propósito de vida é imaginar uma casa. A casa é o nosso propósito de vida, porém nós ainda não iniciamos o desenho da planta dessa casa, muito menos a construção.

No final ou começo de cada ano temos o costume de escrever aquelas famosas metas anuais. Então, pense que cada meta é um móvel que fará parte da decoração de sua casa e a cada ano vamos adquirindo móveis novos.

Mas espera aí, vamos comprar primeiro todos os móveis para depois construir a casa? Pois é, esse é o raciocínio que geralmente fazemos ao estabelecer metas, sonhos e objetivos sem um propósito de vida. O nosso propósito é o alicerce de todas as coisas que irão ser colhidas ao longo dos anos de nossa vida. Sem uma casa, nossos móveis ficarão perdidos com o passar do tempo.

Porque então não começamos a desenvolver primeiro a planta da casa para depois irmos comprando os materiais de construção e os móveis que irão se adequar ao desenho do que queremos?

propósito de vida

Porque um propósito de vida?

Caminhar durante anos de nossa vida sem ter um destino certo a chegar não nos parece ser uma boa ideia. E é exatamente dessa forma que devemos pensar quando começamos a analisar o propósito de nossa vida.

Todos os dias nós temos o hábito de comer, tomar banho, almoçar e jantar, verificar nossa caixa de e-mail, resolver problemas pessoais, organizar a casa… Enfim, diversas tarefas que fazem parte da nossa rotina. E porque fazemos esse tipo de tarefa todos os dias? Porque temos uma necessidade, uma motivação que está relacionada a nossa sobrevivência.

Mas como seria se fizemos apenas esse tipo de atividade? Talvez não concordem, mas seria uma vida vazia e sem grandes conquistas. A razão de encontrarmos o nosso propósito de vida é justamente essa, termos a paixão de acordar todos os dias e entendermos o porque os dias são tão importantes.

Não existe o certo ou errado, cada pessoa tem o seu propósito. O que para nós é tão difícil é que ficamos a pensar sobre essa nossa “razão de viver” e ficamos muitas vezes apenas nessa linha do pensamento. Será que eu gosto de ajudar pessoas? Será que eu me sentirei feliz e realizada(o) se organizar eventos? Será que serei feliz caso largue tudo o que conquistei e vá viver viajando o mundo?

Já parou para pensar sobre qual é o seu papel e o que você causa de impacto nesse mundo? Sabemos que essa é uma das questões mais difíceis de serem respondidas, e somente aqueles que tem muito bem definido o seu propósito de vida é que conseguem responder rapidamente.

Você saberia responder a essa pergunta? Qual é o seu papel e o que você causa de impacto nesse mundo?

O mais importante de termos definido o nosso propósito de vida é que passamos a dedicar tempo, energia e disposição em coisas que contribuem para o alcance daquilo que definimos como nossa razão de viver e que nos torna felizes e realizados.

Além de contribuir para o nosso crescimento, passamos a ter uma clara noção do que estamos fazendo e o quanto essas ações irão acrescentar em nosso propósito. Isso não significa que iremos abandonar todo o tipo de tarefa que não esteja relacionado a tal propósito, porém temos condições de começar a estabelecer limites de tempo, dedicação, prazos, investimentos, energia etc.

As grandes questões são: O que faz acender a chama dentro de você e não apenas aquela faísca? O que faz com que você saia do piloto automático dentro da sua rotina diária? Onde está a sua felicidade?

Esses são questionamentos que nós estamos constantemente fazendo para as pessoas que estão próximas ao trabalho da SOBRARE, seja por meio de cursos, de eventos, grupo de estudos e até mesmo trabalhos externos. Esse é o propósito da nossa empresa, instigar as pessoas a pensarem sobre como está o caminhar da vida, e refletir sobre até que ponto estamos lutando com monstros e espadas ao invés de vermos o nosso jardim florescer.

Agora você pode ter pensado, mas o propósito da SOBRARE não seria disseminar o conceito da resiliência? Sim, mas ter um propósito de vida bem definido está diretamente e inteiramente ligado ao desenvolvimento da resiliência.

Quando conseguimos definir o nosso propósito de vida, temos condições de fortalecer as nossas crenças com relação ao nosso sentido de vida, ter maior otimismo para com a vida, buscar pessoas que serão essenciais para a construção do nosso propósito e trazê-las para perto, e fortalecer também todas as outras áreas que envolvem a resiliência.

Bloqueios que podem impedir você de encontrar o seu propósito

E mais uma vez iremos falar sobre as crenças limitantes. Não temos como abordar esse assunto sem alertar que é bem possível que sejam as suas crenças que estejam limitando você de encontrar um caminho e propósito para sua vida. Crenças que se referem ao modo de acreditar em um sentido maior para a vida e que se relacionam diretamente com projetos de vida pessoal.

Então, quando conseguimos conquistar a clareza do nosso propósito vital promovemos um enorme enriquecimento, nos fortalecendo e capacitando para preservar nossa vida. Ao termos um propósito de vida definido, evitamos nos colocar frente as situações de risco e buscamos nos beneficiar daquilo que nos traz proteção.

Identificar as crenças negativas que estão relacionadas ao modo como pensamos sobre o nosso sentido de vida e começar a reestrutura-las para um forma positiva, traz a flexibilidade para encontrar um rico engajamento em projetos e atividades, para praticar a contemplação, para a visualização de futuros cenários, para a fé nos recursos pessoais, para a aceitação de novas práticas, para mudar ao superar crenças e culturas tradicionais e saber aonde quer chegar na vida. Também para assumir planos com significado!

propósito de vida

Como definir um propósito de vida

Uma sugestão para começar a descobrir o seu propósito de vida é analisar as suas tarefas diárias e identificar o que faz você sentir prazer em realizar. Tentar perceber o que traz motivação, paixão, o que desperta a vontade de fazer.

Estar atento a esses sinais começará a trazer consciência para com as atividades que você tem amor em executar. Por exemplo, ao final de seu dia pare por aproximadamente 10 minutos e relembre os fatos que ocorreram e que trouxeram entusiasmo e satisfação. Não importa se foi no ambiente de trabalho, em casa, na rua, ou durante um bate papo com um amigo.

Por diversas vezes, executamos ações em nosso dia a dia que nos faz sentir como dito acima, mas a falta de consciência não nos permite enxergar com maior atenção e cuidado.

Algumas perguntas também podem ajudar a traçar o seu propósito de vida (escreva as respostas em um papel para organizar as suas ideias em seu fluxo de pensamentos):

  • Qual é a coisa mais importante na minha vida?
  • Qual foi o maior obstáculo que eu já superei na minha vida? Eu poderia ajudar outras pessoas a enfrentarem o mesmo obstáculo?
  • Quem são as pessoas que eu mais admiro? E porque admiro tais pessoas?
  • Quais são os assuntos que mais trazem empolgação?
  • Quais são meus pontos fortes e fracos?
  • Como eu me vejo daqui 5 anos? Daqui 10 anos? E daqui 25 anos?
  • Qual foi a última atividade ou projeto em que eu mergulhei de cabeça e tive a sensação de me sentir satisfeito e orgulhoso(a)?
  • O que eu mais lamento não ter feito na vida ainda?

Esses são exemplos de algumas perguntas que podemos fazer para começar a enxergar o nosso propósito de vida. Percebem que são todas perguntas que nos levam ao autoconhecimento? Isso porquê encontrar o nosso sentido de vida está inteiramente ligado com a percepção de nós mesmos. Detalhe importante: Precisamos estar atentos as conexões que ocorrem entre as respostas das perguntas acima.

Não tem como outras pessoas definirem o nosso propósito, pois isso vem do nosso interior, das nossas paixões, dos nossos talentos e principalmente, do nosso protagonismo.

Aqui ficam três pontos de atenção para nós – Primeiro, não adianta nada ficarmos apenas respondendo perguntas, refletindo, analisando e não termos nenhum tipo de atitude. Precisamos encontrar inspiração, novas experiências, nos conectar com novas pessoas, exercer novas funções… Não dá para continuar fazendo as mesmas coisas e esperar encontrar caminhos diferentes (precisamos de mais flexibilidade).

Segundo, nosso propósito de vida pode ser alterado e adequado com o passar dos anos.

E terceiro, podemos ter mais de um propósito. Não se prenda achando que um único e exclusivo propósito deve ser definido, isso irá criar bloqueios (novamente, precisamos de mais flexibilidade).

No nosso site nós temos um material bem interessante que fala sobre autoconhecimento e como ele pode nos ajudar com nossos projetos de vida. Nós acreditamos que, se você chegou até o final desse post, o ebook Resiliência e Projetos de Vida pode lhe ajudar bastante na sua busca pelo seu propósito de vida.

E você, tem algo a acrescentar ao nosso artigo de hoje? Deixe seu comentário, compartilhe o post com sua rede e até uma próxima!

 

Imagens: Projetado pelo Freepik

SOBRARE

SOBRARE

Sociedade Brasileira de Resiliência, compartilhando conhecimento em resiliência e trazendo recursos necessários para que pessoas e organizações superem suas adversidades.

Mais posts



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *