Como você já deve ter notado, a resiliência é um tema que vem crescendo amplamente em diversas áreas.

Mas, é preciso estar atento!

Alguns conceitos sobre resiliência foram disseminados de forma ultrapassada, dado que alguns autores ainda se referem a resiliência com pesquisas antigas e desatualizadas. Por ser um tema pesquisado há mais de 60 anos, e com tantas referências e teses, você já deve estar se perguntando:

E agora, por onde começar meus estudos sobre resiliência?

Podemos observar que algumas publicações ainda disseminam esses conceitos antigos da resiliência, enquanto pesquisas mais recentes superam esses conceitos, indicando que quanto maior for a resistência e rigidez nos momentos de dificuldades, mais vulnerável se torna o indivíduo.

A partir dos anos 90, surge uma nova geração de estudos sobre resiliência, onde as pesquisas passam a relevar outro olhar sobre a forma de superar um momento de adversidade. Para esses pesquisadores, uma pessoa resiliente é aquela que se transforma após passar por situações adversas.

Ou seja, são pessoas que aprenderam ao longo da vida, como enfrentar uma situação de angústia e dificuldades, transformando o seu modo de pensar e agir, tornando-se equilibrada em seus comportamentos. Foi no período da terceira geração que a Metodologia da Abordagem Resiliente foi desenvolvida.

Para auxiliar os pesquisadores universitários, que desejam elaborar o seu projeto acadêmico sobre o tema da resiliência, a equipe da SOBRARE organizou um guia de estudos sobre os conceitos da Abordagem Resiliente. Uma metodologia inovadora e contemporânea sobre a construção e desenvolvimento de comportamentos resilientes em uma pessoa ou grupo.

Um dos principais conceitos desenvolvidos na Metodologia da Abordagem Resiliente, é o conceito de Padrão de Comportamentos.

Antes de apresentar a metodologia desenvolvida no guia de estudos, voltaremos um pouco no tempo. É importante ter a clareza de que lá nos anos 60, os primeiros estudos sobre resiliência chegaram a seguinte conclusão: as pessoas resilientes são aquelas que resistem a qualquer adversidade sem sofrer os impactos negativos. Eram chamadas de invencíveis, ou indestrutíveis.

Com o passar dos anos, a evolução dos estudos foram evidenciado um novo olhar sobre a resiliência, onde uma pessoa com comportamentos resilientes se recupera das suas adversidades de forma flexível e estratégica, mas com algumas cicatrizes emocionais que proporcionam aprendizados e amadurecimento sobre a adversidade que foi enfrentada.

Voltando ao padrão de comportamento, podemos ressaltar que esse é um ponto muito importante dentro dessa metodologia de estudos. Pois, as pesquisas nos mostram que expressamos nossos comportamentos por meio de padrões, e quase sempre repetimos esses padrões, principalmente quando estamos enfrentando situações difíceis de adversidades e conflitos.

Você encontrará na Abordagem Resiliente, o entendimento de que, os comportamentos relacionados com a superação e adaptabilidade de uma pessoa, são formados quando temos um treino para reconstruímos esses padrões.

Além de explorar a Metodologia da Abordagem Resiliente, o guia de estudos reúne possíveis opções de temas de estudos, onde a resiliência pode ser desenvolvida, abordando também o instrumento para a realização da pesquisa de campo (quantitativas e qualitativas), até as áreas onde o tema pode ser aprofundado, como por exemplo o campo da enfermagem, da gestão de pessoas, entre outras áreas.

Como o Guia pode te ajudar?

Para auxiliar os seus estudos, a SOBRARE desenvolveu esse Guia do Estudante, onde você encontrará:

  • Uma síntese da evolução do conceito de resiliência;
  • Breve resumo da Metodologia da Abordagem Resiliente (base teórica usada no desenvolvimento do QUEST_Resiliência);
  • Possibilidades de estudos acadêmicos na área da resiliência;
  • Referências bibliográficas importantes para a fundamentação teórica da resiliência.

Além de explorar o contexto de resiliência, o Guia tem como principal objetivo auxiliar o leitor no desenvolvimento de seu projeto acadêmico a partir de conceitos relevantes ao tema.

Cada projeto tem suas hipóteses e objetivos específicos, mas com a leitura do Guia do Estudante, nós esperamos levar clareza sobre o conceito de resiliência e de que forma ela pode ser estudada, evitando assim possíveis equívocos conceituais.

Para ter acesso a versão digital do Guia, basta clicar nesse link.