Você pode Planejar a sua Mudança de Carreira com Resiliência


20/02/2017 | Publicado por SOBRARE | Sem Comentários


Muitas pessoas associam uma forte mudança como uma tendência ao fracasso. Você já pensou em MUDANÇA de carreira profissional, ou já sentiu que o seu cotidiano de trabalho não está mais ligado aos seus valores de vida?

Se você está passando por esse momento, o post de hoje busca esclarecer como a resiliência pode ser um fator importante no seu planejamento de mudança de carreira.

Continue com a leitura para saber:
– Quais são os maiores medos e desafios para uma mudança de carreira?
– Como você pode ter atitudes resilientes para não sofrer com as adversidades
– Quais são as principais áreas da resiliência que você deve prestar atenção.

Porque os profissionais tomam essa decisão?

Ao longo dos anos, dentro da carreira profissional, é comum encontrar algumas pessoas que param para rever a sua trajetória dentro de uma empresa ou de toda sua atividade profissional.

É um momento onde as pessoas preocupam-se mais com seus propósitos de vida, com o valor do tempo que passa com a família e analisam o que realmente querem se envolver e se dedicar nos próximos anos.

É uma reflexão que pode vir em qualquer momento da vida, mas é muito mais comum quando já existem longos anos de experiência e dedicação dentro de algum segmento.

Também podemos considerar o fato de que temos uma vida profissional mais longa, por conta de novas regras de aposentadoria ou até mesmo porque temos mais perspectiva de vida, estamos vivendo por mais anos.

Com isso, é comum ver as pessoas se cansarem de sua atividade atual ou até mesmo perceber que não há satisfação pessoal na atividade desenvolvida.

Quais são os medos mais comuns nesse processo?

Quando o trabalho se torna um desgaste e não traz mais satisfação e realizações, é um momento oportuno para repensar e verificar o quanto vale, realmente a pena, permanecer nessas condições deixando o desgaste prejudicar a sua mente e corpo.

Ou também encontramos situações onde a mudança chega de modo inesperado e sem planejamento, por conta de uma demissão ou desligamento da empresa.

Em ambas as situações, existem momentos onde teremos medo de agir e dificuldades de enxergar alternativas para progredir e fazer dessa mudança uma lição de aprendizado para encontrar novos caminhos positivos.

  • Não será fácil abrir mão de um emprego bem remunerado.
  • Ou de colocar a segurança econômica da família em vulnerabilidade.
  • E até mesmo suportar o preconceito e pressão dos amigos e das pessoas mais próximas.

Sempre teremos o medo de errar em nossas escolhas ou de se arrepender de uma ação mal planejada, são esses momentos que exigem o exercício dos nossos comportamentos resilientes e flexíveis.

Como a Resiliência pode Ajudar no Enfrentamento desse Desafio?

Tomar a decisão de inovar a carreira profissional, não é um projeto fácil de construir, é preciso muita pesquisa de mercado, se especializar em algum novo segmento e ainda realizar os passos para a mudança de área se concretizar.

Vamos explorar 4 áreas da resiliência que você deve ter atenção e considerar dentro do seu planejamento, para gerenciar de forma assertiva as adversidades e angustias que você vai encontrar ao longo de nova jornada.

Claro que, como já dito anteriormente em diversos posts aqui no blog, não existe o certo ou errado. Ser resiliente ou não ser resiliente!

Aquele que quer desenvolver segurança e flexibilidade, precisa saber interpretar as situações e aplicar a melhor estratégia para diminuir o estresse.

Área de Conquistar e Manter Pessoas

É a área da resiliência que atua nas crenças que determinam a capacidade de atração e envolvimento de outras pessoas para uma mesma causa.

Também de se manter vinculada a outras pessoas. Dessa forma, é uma área que possibilita agregar e cultivar relacionamentos, tornando-os consolidados e duradouros.

No período de planejamento das novas atividades que você deseja atuar, busque conversar com pessoas do segmento. Algum amigo que já trabalha na área que você pretende atuar ou até mesmo que tenha experiência de abrir um novo negócio ou trabalhar como consultor.

O propósito está na formação de fortes redes de apoio e de proteção.

Área da Autoconfiança

No campo da resiliência, essa é uma área que atua em modelos de crenças que determinam a capacidade de sentir-se capaz de realizar aquilo a que se propõe.

A confiança que uma pessoa tem nas suas habilidades para solucionar problemas e conflitos, de se sentir apto por meio de seus recursos pessoais e acreditar que é capaz de vencer os desafios.

É preciso trabalhar suas crenças relacionadas a confiança pessoal, mas não de modo exacerbado ou exagerado, pois ao longo do caminho você pode perceber que precisa tomar uma direção diferente ou retomar alguns passos e uma autoconfiança exagerada pode trazer frustrações para tomar decisões mais flexíveis.

Veja o quanto é importante ressaltar essa capacidade no seu planejamento, pois é uma habilidade que requer treino e preparação para que ocorra de modo natural.

Área da Análise do Contexto

Nesse momento de vida de novas escolhas e novos planejamentos, também se faz necessário desenvolver a capacidade de ler o ambiente, capturando com clareza as pistas que demonstram o posicionamento e o comprometimento em um determinado contexto, elevando a assertividade nos momentos de planejamento.

Essa área se relaciona às crenças que analisam o contexto envolvido em determinado desafio ou adversidade, e que também se referem à capacidade de identificar e perceber as causas e implicações desses desafios presentes no ambiente.

Essas são as crenças que organizam a quantidade de ousadia que lhe parece ser saudável nas decisões a serem tomadas, tendo em consideração a leitura feita sobre os eventos.

A resiliência nessa área promove a flexibilidade para a adequada adaptação ao determinado contexto, para se informar a respeito das mudanças, para balancear o foco em soluções e gerenciar as informações obtidas no ambiente.

Lembre-se de sempre observar todas a variáveis existentes em um determinado ambiente ou uma situação de vida. É preciso manter o treino de cultivar diferentes olhares para uma mesma situação, principalmente as situações adversas e desconfortáveis.

Área da Sentido de Vida

É uma área da resiliência que atua nas crenças que determinam a capacidade de encontrar um significado naquilo em que se envolve, a fim de apropriar-se da causa e consolidar sua autorrealização profissional ou pessoal.

São as crenças relacionadas ao quanto você vê significado nas atividades ou no contexto geral em que está envolvido. O grau em que a razão de viver está vinculada às atividades e possibilita a nutrição das outras áreas da resiliência.

Imagine que antes de assumir algum desafio de grande proporção ou quando você já está totalmente envolvido(a) em uma situação desafiadora, de que modo você pode responder para si mesmo, o quanto acredita ser capaz de defender os seus ideais e valores de vida.

A promoção da resiliência nessa área tem como principal treino o exercício de conseguir responder a perguntas-chaves, tais como:

  • Qual foi o maior obstáculo que eu já superei na minha vida?
  • Qual a beleza que existe nesse desafio? Por que vale a pena?
  • Quais são meus pontos fortes e fracos?
  • Irei me realizar quanto pessoas para me envolver em um novo projeto?
  • Quais são os assuntos que mais trazem empolgação?

Para fechar

Desenvolvemos esse artigo com o objetivo principal de levar às pessoas interessadas em mudar de carreira e partir para uma nova jornada com segurança e sabedoria.

Com o apoio dos comportamentos resilientes, apresentamos uma abordagem prática para fortalecer a performance das pessoas que estarão diante desse grande desafio.

E você, que chegou até o final desse texto…

Teria algo a acrescentar ao artigo sobre mudança de carreira? Deixe seu comentário contando a sua experiência, e compartilhe em suas redes sócias, para nos ajudar a expandir esse conhecimento.

SOBRARE

SOBRARE

Sociedade Brasileira de Resiliência, compartilhando conhecimento em resiliência e trazendo recursos necessários para que pessoas e organizações superem suas adversidades.

Mais posts



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *