Como estruturar para o mercado a sua apresentação pessoal ou de sua empresa no Coaching em Resiliência


08/04/2016 | Publicado por George Barbosa | Sem Comentários


O profissional de Coaching vem ganhando grande destaque nos últimos anos no Brasil. Porém, ainda é comum vermos que muitas pessoas não enxergam o real valor da profissão do Coach e até mesmo qual o tipo de trabalho que realizam.

Por isso, a importância em divulgar o nosso trabalho e mostrar aos potenciais clientes o tipo de trabalho que executamos, a qualidade e os resultados que são atingidos. Muitas vezes, as pessoas não procuram o profissional Coach por não entenderem o que é um processo de coaching, como esse processo pode ajudá-las e quando procurar esse tipo de serviço.

Então, como estruturar para o mercado a sua apresentação pessoal ou de sua empresa no Coaching em Resiliência para captação de clientes?

Ao iniciar a formação no Coaching em Resiliência, você irá ser desafiado a, imediatamente, trabalhar no seu posicionamento no mercado.

Quanto melhor for o seu posicionamento, maior será a facilidade para os clientes encontrarem os seus serviços de coaching.

Muitos profissionais ficam sem procura de seus serviços devido depender apenas de seus cartões, um site e uma página em mídia social. Embora tenhamos poucos Coaches no Brasil, o fato é que os mais conhecidos acabam sendo os mais procurados.

627

Daí a urgente necessidade do formando, já no início de sua formação, trabalhar em seu posicionamento no mercado. A melhor maneira de fazer isso é fortalecendo a própria presença e expandindo-a para novos horizontes, e, para tanto, convido você a responder algumas perguntas que fazemos aos nossos alunos:

1# – Como você pode descrever o seu cliente ideal?

A idade, por exemplo. Será de 20 a 35 anos? De 30 a 50 anos? Será de mais de 45 anos?

Embora eu, particularmente, não faça essa distinção por idade, eu faço por serviços que ofereço. Para a primeira faixa etária eu costumo apresentar a possibilidade de trabalharmos como alavancar o projeto de vida. Já para a terceira eu ofereço mais as estratégias de repensar o estilo de vida ou a carreira profissional.

Tente descrevê-los também quanto a cultura, região, área profissional ou mesmo um perfil.

Não se esqueça de um dos pontos fundamentais da Teoria da Abordagem Resiliente a qual diz que as NECESSIDADES são a ancora para as buscas das superações, e, portanto, da promoção da resiliência. Quais são as mais urgentes necessidades de cada um dos grupos que você descreveu.

Cuidado também para não descrever uma dezena de grupo de clientes. Ninguém pode atender a todos. Tenha os seus muito bem delineados.

2# – O que o seu serviço soluciona?

Conte aos seus clientes em que você pode ser altamente relevante na solução de problemas ou desafios que tais clientes possuem. Como eles irão alcançar o que desejam, a partir da oferta de seus serviços?

3# – Qual a sua rotina de trabalho?

É importante você já deixar claro qual é o modelo de relacionamento que deseja com esses grupos de clientes. Irá vê-los pessoalmente? Se encontrará quinzenalmente? Vai haver um roteiro?

4# – Qual o benefício do seu método de trabalho?

É importantíssimo aspecto que discutimos com nossos formandos do Coaching em Resiliência, é que deixem muito claro aos clientes os benefícios que eles têm ao trabalharem com um Coaching em Resiliência. Deixe-os saberem as vantagens que isso trás aos grandes desafios e conflitos nos projetos de vida, na carreira profissional ou nas relações interpessoais. Deixe claro que o Coaching em Resiliência é uma metodologia focada nas relações pessoais.

5# – Qual o diferencial do seu método de trabalho?

De modo profissional e polido apresente o que os seus serviços como Coaching em Resiliência oferece e outros profissionais não o fazem.

6# – Qual o valor agregado do seu método de trabalho?

Apresente aos seus clientes que além de receberem para si próprios os conhecimentos e resultados do processo, têm como valor agregado a possibilidade de aplicá-los poderosamente em outras áreas, como a profissional ou projeto de vida futura.

7# – Mostre parceria ao seu cliente

Por fim, descreva de modo entusiasmado como você pretende, depois de findado o processo de coaching, manter sua parceria com eles e como irá trabalhar para uma maior satisfação deles, os seus clientes.

315

Acredito fortemente que, se você responder de modo objetivo, claro e consistente, seu futuro como um coaching em resiliência, terá todas as potencialidades para ser um reconhecido e conhecido coach no mercado.

Se tiver alguma sugestão de como podemos incrementar as nossas carreiras como coaches, em geral, não deixe de enviá-la.

Imagens: Vector desenhado por Freepik

George Barbosa

George Barbosa

Graduação em Pedagogia, em Psicologia, Mestrado, Doutorado com ênfase em Psicossomática na PUC de São Paulo. Diretor Científico e Membro pesquisador da Sociedade Brasileira de Resiliência (SOBRARE) e professor da Fundação Vanzolini (USP) e facilitador do Núcleo de Estudos em resiliência da Assoc. Bras. de Recursos Humanos (ABRH-SP). Coach certificado nas modalidades de Coaching Cognitivo de vida, Neurocoaching, Coaching Ontológico e organizador do Coaching em Resiliência (CCR). Associado PCC, MENTOR COAH e Conselheiro na Diretoria da International Coach Federation (ICF) – Capítulo Brasil, Acreditado na International Society for Coaching Psychology – MISCP e ao National Wellness Institute (NWI) e Pós-doutorando em Coaching Psychology e Resiliência (UNIRIO).

Mais posts - Website



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *