Chega de Resiliência Mágica e Superficial


12/05/2017 | Publicado por SOBRARE | Sem Comentários


Já tem um tempo que estamos lendo em alguns veículos da internet que resiliência é uma capacidade das pessoas que passam por diferentes desafios e aguentam firmes e inabaláveis qualquer tipo de pressão. Tomam vários tombos na vida e encaram qualquer porrada.

Sempre estão prontos para continuar em frente, verdadeiros guerreiros!

São explicações que se referem a profissionais ou a pessoas que tomam um golpe da vida ou padecem diante de algum problema, mas encontram de forma rápida, recursos e forças para não perder o foco e continuar firmes em busca de seus objetivos.

Mas, será mesmo que temos essa capacidade de sacudir a poeira e permanecer invictos, inabaláveis e confiantes de que não fomos vencidos ou abatidos? Damos conta do recado em passar por diferentes dificuldades da vida, e seguirmos em frente no nosso caminho sem nenhuma consequência?

Diante desse cenário de definições sobre comportamentos resilientes, sentimos a necessidade de trazer nossas experiências para falar dos desdobramentos da resiliência.

Se você também acha que essa não é a melhor definição para resiliência, continue lendo esse post até o final.

o vencedor

Todos nós já fomos resilientes

Sim, existem inúmeros casos de pessoas próximas de você … ou até você mesmo, que passou por um momento de muita luta pela sobrevivência moral, social ou familiar com diferentes tipos de adversidades.

E dentro de cada história de vida, de cada desafio, essas pessoas ou até mesmo você, encontrou recursos internos para ser resiliente durante esse período de angústia e vulnerabilidade. Então, a resiliência é uma competência que podemos desenvolver ao longo da vida e que nos capacita a estarmos resilientes diante de determinadas situações.

Mas existem algumas perguntas que precisam serem feitas, e são nesses detalhes que a SOBRARE gosta de estar presente!

De que maneira esse processo de sobrevivência, de ser resiliente, e superar com êxito deixaram marcas na sua vida? Como uma grande lição de valor e aprendizado de que é possível aprender com a angústia e o estresse ou com feridas e rancores que podem até causar arrependimentos no futuro?

Quais foram os comportamentos e as crenças que permitiram que você conseguisse alcançar o sucesso ou a superação?

Duvidas

Você teria a mesma habilidade em outra situação de sua vida, onde novamente é preciso lutar por sua sobrevivência? Quais foram as reais lições na jornada de superação dos seus desafios?

É possível ter um método para fortalecer esse potencial de vida e estar resiliente nos momentos certos?

Aqui em nossa metodologia da Abordagem Resiliente, a resiliência é definida como a capacidade que nós temos de trabalhar e ressignificar as nossas crenças e convicções, de uma forma tal que proporciona condições de criar estratégias para o enfrentamento do estresse.

Diante desse entendimento, podemos refletir de que resiliência não é uma reação rápida e imediata diante de uma adversidade. Trata-se da arte de aprender a pensar de maneira estratégica que nos ensina a ter atitudes e ações que nos favorecem para sobreviver e enfrentar a dor e os desafios que encontramos ao longo da vida.

E principalmente, ter a clareza de que estar resiliente em determinada área da vida não significa que vai estar com a mesma maturidade em outras áreas.

Então, é possível aprender, treinar e desenvolver momentos de resiliência?

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos e redes sociais:
>> Compartilhe no Facebook
>> Compartilhe no Twitter
>> Compartilhe no Google+
>> Compartilhe no LinkedIn

Dentro do que já esclarecemos ao longo desse post, podemos enxergar que perante as situações que exigem de nós  verdadeira necessidade de sobrevivência, é muito difícil ser uma pessoa equilibrada que já apresenta uma resposta pronta e sabe como superar de modo eficaz e rápido.

Entretanto, todos nós já tivemos ou podemos ter comportamentos resilientes ao pensar de modo estratégico e com ações bem planejadas para encontrar a melhor forma de encarar os desafios e ressignificar os comportamentos de forma equilibrada e com poucos prejuízos.

Ao enfrentar um grande momento de estresse, a convivência com o problema exige de nós equilíbrio em diferentes áreas da vida, assim se torna possível termos atitudes que nos faça diminuir os impactos e consequências da adversidade e nos traz uma rotina mais saudável e tranquila.

Porém, não é nada fácil controlar nossos pensamentos e colocar esses conceitos em prática.

As habilidades para elaborar estratégias de atitudes resilientes podem ser aprendidas em qualquer momento da nossa vida, principalmente quando estamos inseridos em algum tipo de forte adversidade. A resiliência se desenvolve por meio de um processo de aprendizagem e a sua essência está no autoconhecimento.

Quando adquirimos a capacidade de nos conhecer profundamente, conseguimos reconhecer as crenças que nos ajudam a ganhar flexibilidade e maturidade para encontrar alternativas que realmente fazem a diferença em nosso cotidiano de vida.

Então, é preciso desenvolver esse processo de aprendizagem para promover a resiliência.

Um processo que favoreça adquirir novas habilidades e que nos capacite a fortalecer o desenvolvimento de condutas e atitudes resilientes.

Essas condutas resilientes nos auxiliam no enfrentamento das experiências adversas de maior impacto, que muitas vezes geram sofrimento extremo, angústia, paralisação e que muitas vezes consomem as nossas energias, o que nos impede de realizar os nossos compromissos pessoais e profissionais.
Aqui em nosso blog, já publicamos um post sobre como desenvolver resiliência em momentos de crise. Você irá encontrar mais informações, de quais são os passos que você pode planejar e quais áreas da vida proporcionam comportamentos resilientes bem estruturados e equilibrados.

Para finalizar esse post, vamos contrapor o título que escolhemos.

Chega de falar sobre resiliência de modo superficial e de colocar esse processo como uma condição da vida.

“Eu sou resiliente”

Precisamos enxergar que existem momentos onde precisamos ter resiliência e comportamentos resilientes para enfrentar um grande desafio. Mas, também existem momentos em que você terá facilidade para dar a volta e superar o desafio com mais segurança e tranquilidade.

Enxergar que vamos ter situações onde precisamos agir estrategicamente, por meio do autoconhecimento e de treinos que mudam nosso modo de pensar quando realmente perdemos o controle de uma situação estressante.

SOBRARE

SOBRARE

Sociedade Brasileira de Resiliência, compartilhando conhecimento em resiliência e trazendo recursos necessários para que pessoas e organizações superem suas adversidades.

Mais posts



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *